topo6

Associação Pública Internacional de Fiéis

Associação Pública Internacional de Fiéis

Inscrição

Primeiros sábados

Em Fátima, na terceira aparição de Nossa Senhora a 13 de Julho de 1917, foi mostrado aos três pastorinhos Lúcia, Francisco e Jacinta, o inferno. Depois desta visão, Nossa Senhora disse-lhes:
“Vistes o Inferno, para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para as salvar, Deus quer estabelecer no Mundo a devoção ao Meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão paz...  Virei pedir a consagração da Rússia a Meu Imaculado Coração e a Comunhão reparadora nos Primeiros Sábados… Por fim, o Meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-Me-á a Rússia que se converterá e será concedido ao Mundo algum tempo de paz…” 


Nossa Senhora no dia 10 de Dezembro de 1925, em Pontevedra, apareceu à Irmã Lúcia com o Menino Jesus. Maria poisou a sua mão sobre os ombros de Lúcia e mostrou-lhe o Seu Imaculado Coração cercado de espinhos, e disse-lhe:

"Tem pena do Coração de sua SS. Mãe que está coberto de espinhos que os homens ingratos a todos os momentos Lhe cravam sem haver quem faça um acto de reparação para os tirar" Em seguida, a SS. Virgem disse:

"Minha Filha, olha para o Meu coração cercado de espinhos que os homens ingratos me cravam a todo o momento com blasfémias e ingratidões. Tu, ao menos, vê de Me consolar e diz que todos aqueles que durante cinco meses, no Primeiro Sábado
– se confessarem 
– receberem a Sagrada Comunhão
– rezarem o Terço
– e Me fizerem 15 minutos de companhia, meditando nos 15 Mistérios do Rosário com o fim de Me desagravarem,
Eu prometo assistir-lhes na hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas".


A IMPORTÂNCIA DESTA DEVOÇÃO
Esta devoção significa a união íntima do Coração Imaculado de Maria com o Sagrado Coração do Seu Filho. O coração de Maria, “aberto pelas palavras, “Mulher, toma o teu filho” (Jo 19:26) está unido espiritualmente com o coração do seu Filho, aberto pela espada do soldado”, ensinou o Papa João Paulo II na sua homilia em Fátima, no dia 13 de Maio de 1982. 

Através desta devoção, o próprio Jesus deseja a reparação das ofensas que cravam o doloroso coração de Sua Mãe, símbolo maternal do amor misericordioso e desejo que Ela tem por salvar toda a humanidade n’Ele. Se praticar esta devoção, Maria promete-lhe assistir com as graças necessárias para a salvação, no momento supremo da morte.


facebook
     twitter     youtube

Receba a nossa NEWSLETTER