topo6

Associação Pública Internacional de Fiéis

Associação Pública Internacional de Fiéis

Inscrição

Origens

FÁTIMA: UM NOME A RECORDAR

 Fátima é um lugar importante no contexto da Igreja Católica. Foi nesta pequena aldeia que, em 1916, três pequenas crianças receberam a visita, primeiro de um Anjo e depois de uma “Senhora mais brilhante do que o sol” que se identificou como sendo Nossa Senhora do Rosário.

Este local, diz a lenda, tem um nome de origem árabe que significa “lugar elevado”, em homenagem a uma princesa moura de nome Fátima, que lhe fora atribuído em honra da filha de Maomé. Apaixonando-se pelo corajoso templário Gonçalo Henriques, a princesa converteu-se ao Cristianismo e recebeu o nome cristão de “Oureana”.

Esta cidade e Nossa Senhora ocupam um lugar especial na mente e no coração de muitos muçulmanos e de pessoas de outros credos. A história de como esta pequena aldeia se desenvolveu tornando-se destino para milhões de peregrinos é impressionante. Muitos sentem que a MENSAGEM DE FÁTIMA representa uma alternativa à vida agitada que domina o mundo de hoje. O Papa João Paulo II tinha um especial carinho por Fátima. Ele percebeu a Mensagem de Nossa Senhora entre outras coisas, como uma resposta às correntes materialistas dos tempos modernos, que cada vez mais vão criando um enorme fosso entre ricos e pobres, resultando inevitavelmente em distúrbios sociais e em guerras.

Na altura das aparições, Portugal era um país republicano onde se impunham restrições severas à Igreja Católica, tendo mesmo sido expulsas do país algumas ordens religiosas e figuras eclesiásticas.   

Foi neste contexto que os três pequenos pastorinhos de Fátima receberam as manifestações sobrenaturais. Leia aqui mais sobre cada uma das APARIÇÕES DO ANJO e de NOSSA SENHORA e veja como estes acontecimentos mudaram a vida dos pastorinhos tal como podem mudar a sua vida.

 


facebook
     twitter     youtube

Receba a nossa NEWSLETTER